(21) 3890-4336 / 98595-7097

Segurança privada em condomínios

Para que serve e quando solicitar?

Na proteção de um patrimônio empresarial é necessário desenvolver rotinas e práticas para evitar que haja depredação ou furtos. Empresas especializadas em segurança privada investem em mecanismos e equipamentos variados na prevenção, auxiliando na segurança e na vulnerabilidade do dia a dia, através de etapas para que o trabalho seja realizado com êxito.

Abaixo, algumas dicas de equipamentos e medidas a serem tomadas:

  1.  Contrate profissionais especializados

Zeladores, porteiros e seguranças devem demonstrar conhecimentos específicos e atualizados, sabendo aplicar medidas preventivas de segurança, evitando que o condomínio fique vulnerável e compensando possíveis limitações de recursos com técnicas eficazes.

  • Segurança eletrônica

O investimento em tecnologia é necessário e favorece a reputação do condomínio, sendo uma importante aliada no combate à violência, em que abaixo listamos alguns dos equipamentos utilizados:

  •  Câmeras 24 horas;
  • Sistemas de alarme integrados a uma central de atendimento;
  • Diferentes tipos de sensores;
  • Mecanismos automáticos que coíbem o acesso de pessoas (como os que acusam a presença de objetos metálicos, os que detectam a presença de estranhos em determinados espaços, os que travam a passagem após certo tempo);
  • Catracas eletrônicas.
  • Controle na entrada de pessoas

A supervisão no acesso de entrada e saída deve ser rigoroso, para que o monitoramento seja feito com sucesso, é necessário exigir a identificação de todos.

  • Políticas internas

É importante estabelecer normas próprias que envolvam condôminos e funcionários. Essa é uma forma de orientar as partes interessadas sobre a necessidade de tomar medidas preventivas ou corretivas para melhorar a segurança do conjunto.

Entre em contato com a ALARMEFORTE e veja como podemos te ajudar.

Atendimento
Enviar via WhatsApp